Segunda-feira, 2 dez 2019 - 10h12
Por Maria Clara Machado

Tornado que atingiu Mato Grosso do Sul foi um landspout

Um tornado atingiu os municípios de Fátima do Sul e Vicentina, no sul de Mato Grosso do Sul durante o fim de semana e moradores conseguiram registrar o fenômeno através de câmeras de celulares. O tornado foi classificado pelos meteorologistas como um landspout.

Tornado se formou em Mato Grosso do Sul no último sábado, dia 30 de novembro. Crédito: Imagem divulgada em rede social/ Fábio Faria da Silva.
Tornado se formou em Mato Grosso do Sul no último sábado, dia 30 de novembro. Crédito: Imagem divulgada em rede social/ Fábio Faria da Silva.

O Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul (Cemtec) confirmou a formação do fenômeno e as imagens ajudaram os profissionais a avaliarem o tornado como sendo do tipo landspout ou uma "tromba de terra", como também foi chamado.

Esse tipo de fenômeno se parece com uma tromba d’água e está associado ao crescimento de nuvens convectivas (as nuvens de tempestade). Eles são diferentes dos tornados clássicos, pois não existe uma rotação preexistente no interior da nuvem.

Além disso, estes tornados são menores e mais fracos com uma aparência próxima de um “tubo” ou de uma “coluna” do que de um “funil”, como foi bastante perceptível nas imagens divulgadas. É estudado que são poucos os landspouts que persistem ativos por mais de 15 minutos e provocam danos graves. Normalmente, é um tornado que avança lento, em campo aberto, e não está associado a destruições catastróficas.

As imagens capturadas no sábado, dia 30 de novembro, mostram o tornado tocando o solo. Veja imagens divulgadas no youtube:

Ninguém ficou ferido e não houve danos registrados com a passagem do tornado por Vicentina, em Mato Grosso do Sul, no último sábado.





Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019